Revoltados pela descoberta que o próprio pai, Felipe Rogério Pinheiro torturou e matou o menino ARTHUR PIETRO NEVES DA SILVA, de apenas três anos, desaparecido em 2 de agosto do ano passado, populares avançaram contra ele na tarde desta quinta-feira em Porto Velho instantes após a localização dos restos mortais da criança. Uma equipe da Polícia Civil obteve a confissão da mãe, Conceição de Maria Neves da Silva e os dois foram detidos. Atualmente grávida de oito meses, ela alegou que foi ameaçada e que o marido torturou ARTHUR PIETRO e o matou a pauladas. Depois jogo o corpo em uma área de terras na confluência da BR-364 com Avenida Mamoré.

source

Leave a Reply